Dia do Basta: Protestos serão realizados em Campo Grande e Dourados

Milhares de pessoas são esperadas nas manifestações do dia 10 de agosto

Campo Grande também será palco de manifestações no dia Nacional de Mobilizações e Paralisações, convocado para a próxima sexta-feira (10).

O Dia do Basta é um movimento nacional organizado pelas centrais sindicais, movimentos sociais, as Frente Brasil Popular e Povo Sem Medo, que vem lutar por melhores condições de vida para o povo brasileiro, combater o aumento de preços dos combustíveis, combater os ataques aos direitos trabalhistas, defender o patrimônio público nacional e a democracia brasileira. 

Na próxima sexta-feira (10), são esperadas milhares de pessoas da capital e de cidades do interior do estado para o protesto, que conta com a adesão de sindicatos, movimentos sociais, centrais sindicais e partidos políticos do campo progressista.

Em todas as capitais brasileiras deverão ocorrer atividades alusivas ao movimento, que vem reivindicar um basta de aumento nos preços dos combustíveis, basta de desemprego, basta de ataques aos direitos trabalhistas, basta de privatizações do patrimônio público brasileiro, basta de perseguição ao ex-presidente Lula. 

A Central Única dos Trabalhadores defende a revogação das medidas do governo ilegítimo de Michel Temer, a retomada do crescimento, a geração de empregos de qualidade, a proteção do trabalho, a anulação da reforma trabalhista e o fortalecimento da democracia. 

Conforme deliberação em reunião de organização realizada na última segunda-feira (6) em Campo Grande, cada entidade tem o direito de levantar suas bandeiras específicas de lutas para esta mobilização.

Dourados é outro município do Mato Grosso do Sul, que está se preparando para o protesto que acontece naquela cidade no dia 10, a partir das 8h da manhã, na Praça Antônio João.

A manifestação está sendo organizada pelo Comitê de Defesa Popular, entidade histórica da cidade, que reúne sindicatos e movimentos sociais.

Fonte: CUT-MS / Escrito por: Sérgio Souza Júnior / com informações CUT nacional