MATRAGA, PRESENTE! Assassinato brutal de Marcus Vinícius completa um ano hoje! 

A Psicologia nunca mais foi a mesma! Ganhou um modo de olhar, de notar, de se interessar pelos sujeitos como sujeitos de direitos. Avançou para o trabalho nas políticas públicas. Assumiu um novo compromisso com a sociedade brasileira.
Psicologia e direitos humanos se amalgamaram, e Marcus Vinicius teve muito a ver com isto. Mas em 04 de fevereiro de 2016, Marcus foi brutalmente assassinado, vítima de uma emboscada no local que havia escolhido para conjugar descanso e produção de novas iniciativas para a Psicologia.
Durante uma audiência pública no Senado Federal, no Dia Internacional dos Direitos Humanos, em dezembro, ocorreu uma homenagem ao legado de lutas do psicólogo. A deputada Érika Kokay (PT-DF) anunciou o envio de cartas às comissões de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados e do Senado exigindo a apuração de seu assassinato. Agora, continuamos acompanhando e exigindo de perto que seu assassinato seja definitivamente apurado e solucionado. Chega de impunidade!
Durante o I Simpósio Psicologia e Compromisso Social será inaugurado o Memorial Matraga, que reunirá vídeos, textos, fotos e áudios de entrevistas com ele.
O material em áudio de Matraga está passando por transcrição textual, o que facilitará o acesso para pesquisa, estudo e traduções.
Fonte do texto e da imagem: organização do I Simpósio Nacional Psicologia e Compromisso Social