Recepção calorosa no retorno do Presidente da CUT-MS, Genilson Duarte

O dirigente chegou na noite desta terça-feira (30) em Campo Grande, após prisão arbitrária

Companheiro Genilson Duarte da CUT-MS desembarcados a pouco no aeroporto internacional de Campo Grande.  Amigas, amigos, familiares, companheirada de luta fizeram a recepção com muita alegria.
“Genilson é um bom companheiro! Genilson é um bom companheiro!”, foi uma das palavras de ordem pronunciada pelas pessoas presentes.
O presidente da CUT – MS conseguiu sua soltura do presídio de Canoas (RS) e desembarcou a pouco na Capital. Ele liderava a caravana #EleiçäosemLulaéfraude, de Mato Grosso do Sul, quando na madrugada do dia 24, durante fiscalização da PRF (Policia Rodoviaria Federal), na BR 386, entrada de Porto Alegre acabou detido.
A determinaçao de prisão foi em decorrência de uma ação de 2015. O lider sindical não tinha comparecido a uma audiência (por erro de endereço no envio da sua convocação) e o juiz do processo pediu a sua prisão por desobediência.
Em sua chegada de volta ao MS, Genilson da CUT contou com o apoio das pessoas que estavam com ele na madrugada  quando foi preso durante a averiguação policial.
A CUT de MS, sua assessoria jurídica e a CUT do Rio Grande do Sul foram fundamentais para que a Justiça fosse feita e Genilson pudesse seguir a luta em defesa dis trabalhadores e responder à Justiça em liberdade.
“Muito obrigado a todos vocês”, disse Duarte.

Mais informações sobre a desnecessária prisão do dirigente, você encontra nesta nota pública da CUT-MS.

 

Fonte: CUT-MS / Escrito por: Jacqueline Lopes e Sérgio Souza Júnior